sexta-feira, 29 de julho de 2005

a propósito dos atentados e da morte do brasileiro...

até onde estão as pessoas dispostas a ir pelo medo?
até onde a tentativa de evitar mais atentados pode resultar na perda total dos direitos das pessoas?
até onde estão as pessoas dispostas a deixar ir os governantes e as autoridades por uma ínfima sensação de segurança?

bem sei que é fácil falar de fora...
não sou eu AINDA que vive em terror todos os dias quando apanha o metro ou o autocarro ou o comboio quando vai trabalhar...
não eu AINDA que assisto e presenceio em loco o terror... a película da tv filtra sempre...
mas não vi muita gente chocada pela morte do brasileiro!!!
será que as pessoas acham que mais vale a morte de uma pessoa ao suposto risco de um atentado?
será que a vida de uma pessoa não tem valor quando comparada com uma multidão?
será que os direitos individuais de uma pessoa podem ser sacrificados pelo suposto bem estar geral?

afinal quanto valerá a vida de um ser?

quinta-feira, 28 de julho de 2005

Quase de Ferias...

quarta-feira, 27 de julho de 2005

Agora a cinzento

Em passeio pelo mundo dos blogs eis que encontro Solvstäg, a quem digo olá e felicito pelas novas "cores". A ver!

terça-feira, 26 de julho de 2005

O primeiro ano

O Mr. José Manuel Barroso está há um ano na presidência da Comissão Europeia, e o Finacial Times faz agora a revião de um ano de trabalho! Convém dar uma vistinha de olhos! :-)

segunda-feira, 25 de julho de 2005

Mais uma voltinha, mais uma viagem...

Cavaco Silva governou Portugal durante DEZ anos! Não foram 2 ou 4 anos, foram 10 anos! Por duas vezes teve maioria absoluta no Parlamento. É um dos protagonistas da actual crise económica e já ninguém se lembra disso. É só passar uns anitos longe das luzes da "real politic", escrever uns artigos de opinião acerca de questões económicas e voilá... temos a habitual limpeza de imagem à portuguesa!

O que é que Cavaco Silva iria trazer de significativo ao e no cargo de Presidente da República... nada! Não acredito que esperem que ele seja o "alter ego" económico do governo... Credo!!!
Soares é fixe! É obviamente uma referência notável, e foi um grande Presidente da República. Foi uma "força de bloqueio"? Claro, alguem tinha que o ser! Viajou muito? É algo que aflije todos os Presidentes, e não apenas o Presidente da nossa cara República. E como Chefe de Estado seria sempre melhor que Cavaco Silva.
Avançando Cavado, com os apoios do PSD e CDS e protegido pela capa da memória nebulosa da sua história política a esquerda tem de apresentar uma solução forte, que consiga levantar a amnésia colectiva que se deduz da leitura das últimas sondagens. Soares pode ser uma alternativa, mas é claro que há outras. Será a alternativa mais forte?... The game is afoot!

E num instante deixamos de falar de finanças, de investimento público, das autárquicas, dos incêndios... Como é fácil distrair o povo! Vamos lá então reflectir, ponderar, meditar sobre o assunto.

quinta-feira, 21 de julho de 2005

If you can't take the heat, get out of the kitchen

Pois bem, Campos e Cunha não aguentou a pressão, os colegas ministros, a despesa pública, e decidiu ir embora...
É fácil imaginá-lo na Comissão Parlamentar a suspirar profundamente e a perguntar a si próprio o que estaria ele ali a fazer.
Será que ele pensava que ser ministro das finanças era simples? É óbvio que não é simples, é complexo, dá imenso trabalho, e é claro que é necessário engolir uma série de sapos. Neste caso os sapos são os ministros que querem a todo o custo fazer obras públicas megalómanas, quando as finanças públicas não estão em condições para investir.

Campos e Cunha depois das férias regressa à Universidade Nova e poderá esquecer estes 4 meses. Os truques da memória encarregar-se-ão de atenuar as recordações deste período. No entanto, sempre que Campos e Cunha ouvir as palavras Ota e TGV sentirá um arrepio na espinha que não vai conseguir explicar...

terça-feira, 19 de julho de 2005

O defeso

Afinal a culpa é da "silly season"... e eu a pensar que era uma insolação ministerial.

"Primeiro é-se e depois demostra-se porque se é" (Até ao Fim, Vergílio Ferreira)

Outras tempestades



Esta é a Grande Mancha Vermelha de Júpiter vista pelo Hubble em Abril de 1997. Ao contrário dos furações de baixa pressão do Mar das Caraíbas, a Grande Mancha Vermelha é um sistema de alta pressão.

segunda-feira, 18 de julho de 2005

Pandamónio

Há certas notícias que me fazem ter alguma esperança nas campanhas de preservação de espécies em vias de extinção. Por vezes penso que as pessoas são demasiadamente egoístas para pensar nos animais, mas há bons exemplos que me vão mostrando que nem tudo está perdido.

Pois bem, as notícias são sobre dois pandas em apuros na província de Sichuan na China. O primeiro panda, aparentemente com 4-5 anos, decidiu visitar um cidade. Foi primeiro confundido com um ladrão que se passeava nos telhados. Depois de confirmarem que era um urso panda, o dito foi nadar num rio das redondezas e mais tarde voltou aos telhados, para mais uma voltinha, sendo finalmente apanhado enquando estava no topo de uma árvore. Quem assistiu a tudo afirma nunca ter visto um panda tão ágil! Um autêntico atleta.



O segundo panda, mais velhote, com cerca de 10 anos, fugiu para o cimo de uma árvore para escapar a uma cheia. Para o salvar a solução encontrada foi adormecer o urso com um dardo tranquilizante. Era uma solução engenhosa, isto se depois de adormecido ele caísse nos colchões que estavam no chão, mas não, o panda não caiu, e ficou a dormir tranquilamente na árvore. Era preciso tirá-lo lá de cima... 5 horas depois, a missão estava cumprida!

Os dois pandas estão agora a recuperar das emoções e mal seja possível regressarão ao seu habitat.

quarta-feira, 13 de julho de 2005

A guerra do nosso tempo

Diariamente no Iraque morrem civis e militares vítimas de atentados. Tornou-se uma espécie de hábito ouvir estas notícias, por incrível que pareça quase já não as estranhamos. No entanto, estas mortes acontecem e hoje, foram vítimas de mais um atentado cerca de 30 crianças. Elas encontravam-se junto a soldados americanos que lhes distribuiam livros e doces. O bombista aproximou-se dos soldados e das crianças e detonou os explosivos.
Em Setembro passado, 35 crianças iraquianas morreram de forma semelhante.
Pacheco Pereira dizia hoje na Quadratura do Círculo que o mundo está perante uma forma de terrorismo apocalítico, cujo objectivo é eliminar tudo e todos cegamente. Penso que tem razão.

segunda-feira, 11 de julho de 2005

Vale a pena lembrar

Há 10 anos atrás a comunidade internacional, essa massa amorfa da qual muito se fala, deixou que o massacre de mais de 8.000 homens e crianças acontecesse. O que se passou foi absolutamente incrível, e por isso vale a pena olhar para trás e perceber como funcionaram as forças da NATO e da ONU.
O pior é que não se percebe se as coisas melhoraram muito até aqui.
Em Darfur já morreram 400.000 pessoas...

domingo, 10 de julho de 2005

O Sistema Internacional no trânsito

Este texto foi-me apresentado como verdadeiro. Tenho dúvidas de que o seja, mas nunca se sabe...
Argumentação de um francês que foi apanhado a 250 Km/h numa estrada onde o limite era de 70:
Sr. Dr. Juiz,
Confirmo que vi na estrada a marca 70 em números negros inscritos num círculo vermelho, sem qualquer informação de unidades. Ora como sabe, a Lei de 4 de Julho de 1837 torna obrigatório em França o Sistema Métrico e o Decreto 65-501 de 3 de Maio de 1961, modificado de acordo com as directivas europeias, define COMO UNIDADE DE BASE LEGAL as unidades do Sistema Internacional, SI. Poderá confirmar tudo isso no site do Governo. Ora, no SI, a unidade de comprimento é o metro, e a unidade de tempo é o segundo. Torna-se portanto evidente que a unidade de velocidade é o metro por segundo. Não me passaria pela cabeça que o Ministério aplicasse uma unidade diferente. Assim sendo, os 70 m/s correspondem exactamente a 252 Km/h. Ora a Polícia afirma que me cronometrou a 250 Km/h o que eu não contesto. Circulava portanto 2 Km/h abaixo do limite permitido.
Esperando a aceitação dos meus argumentos, de V. Exa. ....

quinta-feira, 7 de julho de 2005

Dia triste

A maldade existe. Não há justificação possível. O total desprezo pelos outros, é algo que não conseguimos compreender.
Para todo o pessoal que está em Londres aqui fica o nosso abraço solidário!
Com muita amizade!
Nelma e Elsa

Bailinho...

"Governo da Madeira considera que houve "interpretações abusivas" das declarações de Jardim - esta declaração do Governo Regional foi divulgada dois dias antes de o embaixador da China em Lisboa iniciar uma visita à Madeira, programada há mais de um mês."

Depois do "48 horas a bailar", Alberto João continua a dar música ao povo, neste caso ao Embaixador da China em Lisboa...

quarta-feira, 6 de julho de 2005

Durante a minha ausência…

Após um piqueno interregno, estou de regresso...
Onde estive? O que fiz? O que perdi?...

Tive que fazer um trabalho de evolução/modelação estelar... Podia ter corrido melhor!...
Minha estreia na Casa da Música... Foi bom, apesar do enorme atraso com que o espectáculo começou. Quodlibet – Orquestra Gulbenkian, Remix Ensemble, Drumming, grandes relógios e muito movimento!!!
Cobertura do grande impacto... 16 horas non stop!!! Que se revelou um verdadeiro sucesso!

Perdi os Humanos e a Adriana Partimpim no coliseu... Sendo o prejuízo maior no primeiro do que no segundo!

Hoje, mantendo a tradição, mais uma festa megalómana... com a idade perde-se a capacidade de fazer contas e noção do piqueno espaço onde se habita!!!

(@ESA/NASA/Hubble)
...o primeiro fogo de artifício cósmico...

terça-feira, 5 de julho de 2005

O estado social

Na entrevista que deu à SIC, o nosso primeiro ministro declarou que acredita no estado social, e que as medidas impostas ao país têm como objectivo melhorar o sistema social de apoio a quem mais precisa, de forma clara, reduzindo a fraude e as injustiças. Ora isto parece-me um discurso... Socialista!! Será que ainda há esperança?! Ainda podemos acreditar que há pessoas no governo que têm objectivos nobres e que os tentarão atingir de forma justa e equilibrada!?
Eu gostei da entrevista. Devo dizer que vi eslarecidas algumas questões. No entanto, será que o primeiro ministro pode afirmar com toda aquela convicção que não vai aumentar impostos até ao final da legislatura... mais uma vez pode aparecer por ai o fantasma do "Read my lips".

Hoje foi também apresentado o PIIP! O que é o PIIP perguntam? Bem , o PIIP é o Programa de Investimento em Infra-estruturas Prioritárias (ufa!) Aparentemente vamos investir em energias renováveis para podermos ter alternativas energéticas viáveis - o que é bom! No entanto, parece que também se irá investir no TGV, coisa que não me parece nada útil - será que vale a pena gastar tanto dinheiro para chegar a Lisboa em 3h30, em vez das actuais 4h00?? Vai ser uma festa! :-)
Era preciso pensar melhor neste PIIP. Mas surge a questão: Será que PIIP é uma habilidade linguística para pensarmos no Pip do Great Expectations? Eis as grandes esperanças do governo para o crescimento da economia...
Ora aqui está uma bela ideia: reler Dickens! Este governo vai longe!

domingo, 3 de julho de 2005

À espera do impacto

A sonda Deep Impact da NASA vai tentar amanhã cumprir o seu objectivo - colidir com o núcleo do cometa 9P/Tempel 1. A carga de 370 kg, que irá colidir com o cometa, já se separou da nave mãe e prepara-se para amanhã, dia 4 de Julho, pelas 6h52 (hora portuguesa), criar uma cratera na superfície gelada do cometa! Esta é sem dúvida uma missão importante, pois o interior dos cometas esconde material que desde a formação do Sistema Solar não sofreu alterações. Ou seja, os cometas são uma espécie de máquina do tempo que nos podem dar pistas acerca das abundâncias de materiais que por cá existiam à 4 mil milhões de anos atrás.

No entanto, uma das coisas que mais surpreendentes acerca desta missão, é a quantidade de observatórios terrestres e espaciais que amanhã, e nos dias seguintes, vão acompanhar o cometa! Serão 60 observatórios espalhados por 20 países. O Hubble, o XMM-Newton, o Chandra e o Spitzer também terão os seus detectores apontados para o Tempel 1! É uma verdadeira campanhã global de observação, que muito orgulho deve trazer a todos os astrónomos!

Esperando que tudo corra bem, também por cá tentaremos observar o cometa. O grande problema é que observar no meio do Porto é complicado... de qualquer forma, se quiserem dar uma espreitadela ao céu, passem amanhã à noite pelo Centro de Astrofísica da U.P.