terça-feira, 31 de maio de 2005

Mau Feitio? Ou talvez não!

A grandiosidade do mundo dos blogs, continua em grande expansão... pois é mais um...
Para quem quer assistir a uma visão pessoal e acutilante do nosso mundinho...
O meu mau feitio, não podia ser melhor!!!

quinta-feira, 26 de maio de 2005

Tapar os ouvidos para roubar a campainha

Era uma vez um ladrão que queria roubar uma campainha pendurada na porta de uma casa. “Se tocar na campainha, ela fará barulho e eu serei descoberto. O que devo fazer?”, interrogou-se o homem.
Ocorreu-lhe, de repente, uma ideia: “Se tapar os ouvidos, estou safo.”
Assim, ele tapou os seus ouvidos e apressou-se a roubar a campainha. Pensava que o método era muito seguro, mas foi apanhado em flagrante, pois os outros não tinham os ouvidos fechados.

Retirado do livro “Contos da Terra do Dragão”, contos tradicionais e populares da China.

… além Terra …

Para quem gosta do espaço… e de ficção científica…há no Arrábida Shopping uma exposição do tema, que vale a pena visitar!…

Há fatos espaciais, capacetes, luvas, … , e várias outras coisas que foram ao espaço e regressaram à Terra!!!

Os aficcionados da saga Star Wars podem ver um sabre de luz usado no filme!!! Entre outras coisas!!!

Só para apreciadores!

quarta-feira, 25 de maio de 2005

Ciência e Sociedade

Este é o título de uma conversa informal, que vai decorrer na Fnac-Gaiashoping, no dia 27 de Maio, às 22h.

Vai contar com a presença do Pacheco Pereira e do astrónomo João Fernandes. Penso que vai ser um “debate” interessante, na medida em que vamos ter uma visão da ciência por quem a faz e por quem a aprecia.

75 Anos a Encantar

Hoje abre mais uma feira do livro, tanto no Porto como em Lisboa. E inacreditavelmente já vai na sua 75ª edição!!!

Aproveitem para comprar livros a preços mais baixos! Este ano os descontos podem ir até aos 40%!
É também uma excelente oportunidade para contactar com alguns dos nossos escritores!

Vão, apreciem e comprem! E re-descubram o prazer de ler!

segunda-feira, 23 de maio de 2005

Só vi o dinheiro!

Havia um sujeito que só pensava em dinheiro. Esse excesso de amor acabou por o transformar num ladrão. Um dia, entrou numa ourivesaria, foi direito à caixa, arrebatou o máximo que pôde e tentou escapar-se. Porém, foi apanhado pelo empregado da loja, que o levou até ao mandarim juiz.
- Com tanta gente na loja – perguntou o juiz – como é que teve coragem de roubar?
- Mas, senhor, eu não vi ninguém, só o dinheiro – respondeu o assaltante.

Retirado do livro “Contos da Terra do Dragão”, contos tradicionais e populares da China.

sexta-feira, 20 de maio de 2005

Aqui não há 300 taéis de prata

Fulano ganhou 300 taéis(i) de prata. Como tinha medo de ser roubado, decidiu enterrar o dinheiro. Foi ao jardim, escavou um buraco suficiente fundo, depositou o seu tesouro, tapou-o e, depois, antes de regressar a casa resolveu escrever um bilhete, com o que considerou um excelente aviso: “Aqui não há 300 taéis de prata.” lia-se.
O vizinho A’er, pouco tempo depois, deparou com o bilhete. Cheio de curiosidade, escavou, deu com a prata, desenterrou-a e antes de a levar para casa deixou no verso da folha a seguinte frase: “Não foi o vizinho A’er quem roubou os 300 taéis.”

(i) antiga moeda chinesa
Retirado do livro “Contos da Terra do Dragão”, contos tradicionais e populares da China.

EdC Vida Selvagem


(@astro)
Apresento-vos um dos mais recentes inquilinos lá de casa!

quinta-feira, 19 de maio de 2005

"Sol e Lua"

Dois amigos, que gostavam de discutir, certa vez embrenharam-se numa troca de impressões complicada sobre as potencialidades do Sol e da Lua, a fim de decidiram qual dos seres celestiais seria o melhor.
Depois dum longo rol de raciocínios, um dos amigos achou por bem rematar a discussão com o seguinte argumento:
- A Lua é bem mais útil do que o Sol, senão vejamos: a Lua brilha de noite, no período em que toda a gente necessita de luz, enquanto o Sol brilha de dia, no período em que ninguém precisa dela!

(Retirado do livro “Contos da Terra do Dragão”. Contos tradicionais e populares da China.)

“Contos da Terra do Dragão”



Este livro é um conjunto de histórias proverbiais e anedotas, baseadas em lendas e contos tradicionais chineses. Os títulos das histórias funcionam à semelhança dos nossos provérbios e ditos populares.
A selecção, adaptação e tradução ficaram a cargo de Wang Suoying e Ana Cristina Alves.

Nos próximos dias vou presentear-vos com alguns dos contos! Espero que apreciem!

quarta-feira, 18 de maio de 2005

Aqui há gato!!!...

Porque é que o meu gato acha que eu não tenho despertador?

Quem tem gatos sabe muito bem que hábitos estranhos que eles têm. O meu pensa que é despertador.

Chega perto das 7 da manhã, ele levanta-se e começa a miar insistentemente aos meus ouvidos... eu tento resistir... mas!... lá acabo por me levantar... Ele com a satisfação de um trabalho bem feito... volta a dormir!!!...

O único senão é que o despertador, só toca às 8 menos 10... mas quem não gostaria de acordar ao som de um belo mianês?…
Devolvo à tarde triste a luz que me entristece,
E vou entristecendo
O lago,
O rio,
O campo
E, mais além, a linha do horizonte,
Mas repreendo os olhos e regresso
À pagina vazia
Onde possesso,
Aguardo que desponte
A luz de um novo dia.

Miguel Torga

terça-feira, 17 de maio de 2005

E você onde vai estar na próxima quinta-feira?

Quem tem perto de 30 anos e gosta de ficção científica teve o privilégio de crescer envolvido no fascínio do mundo da "Guerra das Estrelas". Cresceu tendo como herói o jovem Skywalker e imaginando exércitos futuristas parecidos com as tropas imperiais. Os TIE Fighters eram um fenómeno e o Darth Vader o pior dos vilões! O nosso imaginário está povoado de referências Starwars!
Sempre quisemos saber o que teria levado à transformação do Anakin Skywalker em Darth Vader, e essa pergunta, que tem já vários anos, terá agora resposta, no final da saga que teve início em 1977!
Esperemos que tanta espera seja recompensada. Aparentemente o filme é muito bom. Quem o diz são os críticos e também o público que já o viu. Um dos membros do "gang" criativo inicial, o Francis Ford Coppola, parece ter enviado um e-mail ao director artístico do festival de Cannes, Thierry Frémaux, a sugerir-lhe que incluísse o filme na corrida à Palma de Ouro. "Vi o filme. É sombrio e trágico. Mete-o na competição", cita a revista francesa Première.
Um beijinho grande para todos os fãs da saga, especialmente para meu padrinho que "só" vai poder ver o filme no fim-de-semana! Eu prometo que não conto nada... ;)
Até quinta-feira divirtam-se a ver Beneath the Dome - o documentário mais hilariante da história do cinema, sobre um dos nossos heróis favoritos - o R2-D2!!

sexta-feira, 13 de maio de 2005

Obrigada pelo convite

Esta coisa dos blogs é engraçada. Poder expressar e divulgar a nossa opinião livremente e saber que ela poderá, teoricamente, chegar aos olhos de 6 mil milhões de pessoas (ou pelo menos aos olhos dos que, por acaso, encontrem esta página num motor de busca!) Por isso, acatei o convite das minhas amigas ES, JA e NS. Mas ESTRELAS (DE)CADENTES?!? Aceito de bom grado o estatuto de estrela (quanto mais não seja na minha rua ou, pelo menos, em minha casa), mas nunca cadente e muito menos decadente!!! E sei que nenhuma das outras colaboradoras deste blog se encontra em queda ou em decadência, muito pelo contrário. Desculpem, mas não percebo o nome do blog… Mesmo assim, de vez em quando, vou sujeitar textos meus a comentários construtivos (infelizmente não posso bloquear os comentários infantis…)

Obrigada pelo convite e até breve!

Revolução (II)

Porque a Liberdade não tem data…
Porque todos os dias devemos lutar por ela…
“Revolução” é um agradecimento a todas as Mulheres que por ela lutaram…

Liberdade sempre!!!

Revolução

Elas fizeram greves de braços caídos.
Elas brigaram em casa para ir ao sindicato e à junta.
Elas gritaram à vizinha que era fascista.
Elas souberam dizer salário igual e creches e cantinas.
Elas vieram para a rua de encarnado.
Elas foram pedir para ali uma estrada de alcatrão e canos de água.
Elas gritaram muito.
Elas encheram as ruas de cravos.
Elas disseram à mãe e à sogra que isso era dantes.
Elas trouxeram alento e sopa aos quartéis e à rua.
Elas foram para as portas de armas com os filhos ao colo.
Elas ouviram falar de uma grande mudança que ia entrar pela casas.
Elas choraram no cais agarradas aos filhos que vinham da guerra.
Elas choraram de verem o pai a guerrear com o filho.
Elas tiveram medo e foram e não foram.
Elas aprenderam a mexer nos livros de contas e nas alfaias das herdades abandonadas.
Elas dobraram em quatro um papel que levava dentro uma cruzinha laboriosa.
Elas sentaram-se a falar à roda de uma mesa a ver como podia ser sem os patrões.
Elas levantaram o braço nas grandes assembleias.
Elas costuraram bandeiras e bordaram a fio amarelo pequenas foices e martelos.
Elas disseram à mãe, segure-me aí os cachopos, senhora, que a gente vai de camioneta a Lisboa dizer-lhes como é.
Elas vieram dos arrabaldes com o fogão à cabeça ocupar uma parte de casa fechada.
Elas estenderam roupa a cantar, com as armas que temos na mão.
Elas diziam tu às pessoas com estudos e aos outros homens.
Elas iam e não sabiam para onde, mas que iam.
Elas acendem o lume.
Elas cortam o pão e aquecem o café esfriado.
São elas que acordam pela manhã as bestas, os homens e as crianças adormecidas.

Maria Velho da Costa, 1975

quinta-feira, 12 de maio de 2005

Vão ao Alheio...

Pois é mais um blog de Astronomia, feito por um astrónomo… Ainda bem que cada vez mais, quem fala, sabe do que fala…
Usem e abusem da Gravidade

Ética política (parte II)

O que será mais importante para o desenvolvimento do país: Um montado de sobro, cuja cortiça pode ser exportada, ou um empreendimento turístico com campo de golfe? O que é mais correcto: Fazer um estudo de impacto ambiental ou assinar despachos de "boa fé"?
Será realmente de interesse público a construção deste tipo de estruturas? Não me parece.
As mais-valias retiradas da exploração de 2600 sobreiros são superiores ao seu abate, para construção de mais um complexo turístico...
Portugal é o maior produtor, transformador e exportador de cortiça. Nunca damos valor ao que temos de melhor. Em vez de investir no que é genuinamente nosso e naquilo em que realmente podemos ser competitivos, não, vamos construir mais um campo de golfe ... não faz qualquer sentido.
Há também a questão do financiamento dos partidos políticos, que felizmente, desde Janeiro, é regulamentado por uma nova lei, e também a já habitual quebra do segredo de justiça. Não se trata apenas de ética política mas de Ética.
António Damásio no livro "O Sentimento de Si" afirma "A consciência é a função biológica crítica que nos permite conhecer a tristeza ou alegria, sentir a dor ou o prazer, sentir a vergonha ou o orgulho, chorar a morte ou o amor que se perde." A minha questão é: Será a consciência o limite da evolução biológica? E se sim valerá ou não a pena discutir Valores na sociedade de hoje? Na minha opinião, não só vale a pena, como é imperativo!

“Valha-me Deus”

Foi encontrada esta “interessante e reveladora” crónica do Nuno Crato no Expresso Online, sobre um workshop de professores.

Leiam e vejam em que mãos estão os nossos supostos “homens do amanhã”…

60 anos após a II Grande Guerra

O Expresso online disponibiliza uma galeria de fotos das comemorações dos 60 anos do final da II Guerra Mundial. Tem fotografias muito boas do ponto de vista artístico mas sinto algo de incomodativo ao ver nos festejos tantas referências bélicas… paradas militares, aviões da força aérea em formação… os mesmos uniformes que há 60 anos combatiam na frente de batalha por uma loucura sem rival na História. Será que não havia outra maneira mais dignificante para homenagear os tantos e tantos mortos que ainda hoje pesam nos livros e na consciência colectiva do Mundo?

quarta-feira, 11 de maio de 2005

Assustador?!

Ontem vi o programa “Centro de Saúde” da RTP1. O tema focado foi o cancro.
Apesar dos tratamentos terem evoluído e o do nosso país ter acompanhado esse progresso, ainda somos na Europa, dos países que maior taxa de mortalidade tem.
Porquê? Precisamos de uma mudança de atitude global. Apesar de cada vez mais os métodos de diagnóstico detectarem cada vez mais cedo o cancro, não existe em Portugal uma “educação de prevenção”. Os meios estão lá, mas falta-nos dar o passo na sua direcção.

(Infelizmente esta falta de “educação de prevenção” verifica-se em tudo...)

Só mais 10 minutos...

Vivemos num mundo que pode ser cruel… especialmente quando o nosso aliado principal, o cérebro, parece jogar pelo inimigo. E não vale a pena iludirmo-nos: acordar de manhã é uma batalha.
A aventura começa com o tocar do despertador, já preparado na noite anterior para disparar com a antecedência exacta, calculada ao segundo, para sair de casa em cima da hora no acaso improvável de tudo correr pelo melhor. O cansaço do cedo da hora avisa o cérebro que o que fazia mesmo falta eram mais 10 minutos, independentemente da hora, já que o argumento é válido por toda a manhã e, em ocasiões especias, início da tarde. Basta pensarmos poucos segundos para vermos claramente que já não se descansa nada nos 10 minutos que se seguem a acordar com o despertador e tentar adormecer de novo. O melhor seria portanto ceder à razão, essa mesmo que “nos distingue dos bichos” e acordar de um salto, sem pensar, já que sabemos que não adianta nada ficar na cama e que vamos poupar chatices se não tivermos que justificar porque é que chegámos atrasados. Contudo, como o nosso cérebro acha que o que apetece fazer tem sempre prioridade sobre a lógica, só há uma solução: pôr o relógio a despertar 10 minutos mais cedo. Eventualmente, quando formos sábios, vamos aprender a usar esses 10 minutos para acordar lentamente sem ceder à tentação de voltar a dormir e preparar ânimo para enfrentar com um sorriso o dia que começa com a violência tremenda de sair da cama.

terça-feira, 10 de maio de 2005

Em atraso…

Faltava aqui um agradecimento ao Miguel, por toda a ajuda e paciência dada na criação deste blog. E já agora…

MUITOS PARABÉNS!!!!!

segunda-feira, 9 de maio de 2005

Onde está a graça?...

Tenho um problema informático. Será que alguém me pode ajudar?

Tenho um problema com o corrector ortográfico do word. Cada vez que escrevo “Benfica Campeão”, ele pergunta-me: “tem a certeza que quer manter as 2 palavras juntas?” Clico no “sim” e o computador continua: “um momento, a instalar o word 1.0, versão 93/94”.

(Os benfiquistas que me perdoem...)

As Estrelas e os Cometas

Existem pessoas Estrelas e pessoas Cometas.
Os Cometas passam. Apenas são lembrados pelas datas que passam e retornam. As Estrelas permanecem. Assim como o Sol. Passam anos,milhões de anos, e as Estrelas permanecem.
Há muita gente Cometa. Gente que passa pela nossa vida apenas por instantes. Gente que não prende ninguém e a ninguém se prende. Gente sem amigos, gente que passa pela vida sem iluminar, sem aquecer, sem marcar presença. Importante é ser Estrela. Estar junto. Ser luz, calor, ser vida.
Amigo é Estrela. Podem passar anos, podem surgir distâncias, mas a marca fica no coração.
Ser Estrela nesse mundo passageiro, nesse mundo cheio de pessoas Cometas, é um desafio. Mas acima de tudo, uma recompensa. Recompensa de ter sido luz para muitos amigos, calor para muitos corações e acima de tudo, saberque nascemos e vivemos, e não somente existimos.


(autor desconhecido)

A Esquisitolandia

Da primeira vez que pisei solo Alemão tive a certeza que eles eram loucos. Alguma coisa no ar o dizia mas faltava a certeza do concreto, o palpável da prova científica. No fundo basta abrirem a boca: por mais simpáticos que sejam aquela língua estranha sai-lhes como algo que mora entre o confuso e o doido varrido. Mas essa é só a primeira impressão porque diga-se em abono da verdade que também têm coisas boas. Agora experimentem ir a um vulgar supermercado! Começa logo pela total desorganização das prateleiras, sinal, no meu entendimento, de pouca organização mental e sentido de marketing. Por outro lado pode ser símbolo do não consumismo mas isso são outros quinhentos. Tentemos fazer um pão-de-ló por exemplo. Precisamos de ovos. No sítio dos ovos há ovos normais… bom sinal! Mas logo distraímos o olhar para uns centrímetros ao lado onde vemos umas bolas ovoides pintadas de azul, vermelho, verde e amarelo; ao chegarmos mais perto constatamos que são de facto ovos. Até hoje não percebo se estão crus ou cozidos nem para que servem e tenho medo de experimentar por achar que é uma perpétua brincadeira de Carnaval à espera de apanhar os incautos. Depois precisamos de farinha. Um dicionário não basta já que a farinha além de nome diferente ainda tem números, provavelmente ilucidativos para os nativos mas chinês absoluto para o recém-chegado. Deduzi que os números indicarão o grau de moagem: há farinha que não faz pirâmide quando se tira da embalagem com uma colher… NÃO é boa para bolos! Também convém ter sal. Aí tudo é simples já que só temos que escolher entre sal de mina ou com percentagem de mar já que ambos são refinados: o sal grosso não passa de uma ideia absurda. Finalmente procuramos o açucar. Tão simples e até aí eles arranjam maneira de confundir o estrangeiro. Quando pensamos que não pode falhar, eis que chegamos a casa, provamos os grãos branquinhos e descobrimos que comprámos açucar aparentemente usado para geleias e compotas. No fundo é um fenómeno: este açucar sabe a sumo de limão e é igualmente ácido!
A conclusão é simples: o choque de culturas, sejam elas quais forem, é patente em coisas tão pequenas como um pedaço de bolo… a esta terra parece-me bem chamar “A Esquisitolândia”.

sexta-feira, 6 de maio de 2005

Aqui há gato...

Uma daquelas coisas que acompanham quem partilha a vida com felinos de trazer por casa é a "Sagração do Pelo", que acontece sempre por alturas da Primavera. ;)
É uma fase terrível na vida de todos os donos de gatos...
Para o gato é um acontecimento simpático pois, como que por magia, o pelo dos bichanos abandona-os, para aparecer em todo o lado... menos nos próprios.
Mas não desesperem amigas e amigos... agora há os rolos adesivos da 3M... ou, em alternativa, esperar que as alterações climáticas nos tragam um verão menos Norte de África e mais Tundra Ártica... quem sabe.
Bom fim-de semana!!

Canção que não sai da cabeça: Krafty, dos New Order
DVD para cobiçar na Amazon: Garden State
Melhor série na televisão: Seinfeld
Faltam 13 dias para a saga chegar ao fim.

"Smile, take a deep breath, it all starts going by really quickly after 28", ZB

Mais um...

blog criado... mais um em número, mas único no interesse...
Nasceu a COSMOSFERA, o primeiro blog de astronomia feito por um astrónomo.
Só para apreciadores!!!

"Principia"

A 7 de Maio de 1945 as tropas alemãs apresentaram a sua rendição incondicional às forças Aliadas. Foi há 60 anos.
Morreram mais de 50 milhões de pessoas durante a Segunda Grande Guerra.

In Memorian, Memória e Consciência

«Sai depressa, depressa.
Já quase morrem esta noite os ecos.»
Herberto Helder

quinta-feira, 5 de maio de 2005

Esperança?!

Ontem vi a Quadratura do Círculo, um programa da SIC Notícias, (sou felizarda e tenho TV Cabo, não preciso de ver a Quinta das Celebridades), e foi discutido a ética política. É verdade, ética política!!! Aparentemente existe, ainda que mais em teoria do que em prática!!!

Fiquei contente por ver que os 3 intervenientes (todos eles tiveram ou têm grande responsabilidade dentro dos seus partidos), têm a fasquia alta no que respeita a este assunto. Confesso que nesta matéria sou radical, os partidos não devem aceitar/apoiar candidatos sobre os quais há suspeita de terem cometido crime, mesmo antes de se ter constituído a acusação. Além disso, penso que há condutas, que embora não sejam consideradas crime, não são apropriadas a representantes eleitos. Contudo, reconheço que com esta “norma” estamos obviamente a prejudicar as pessoas sobre as quais foram lançadas suspeitas e que se veio a verificar serem inocentes.

Como se já dizia “à mulher de César não basta ser séria, tem que parece-lo”!!!

quarta-feira, 4 de maio de 2005

Renascer

Coube-me a mim a tarefa de nos apresentar...
Somos 3 amigas de média data :)) que gostamos de tagarelar :))

Somos todas diferentes sendo todas iguas. Gostamos de gatos, astronomia, umas das outras, ..., de viver :)) Vamos falar de música, livros, planetas, cinema, bitates disto bitates daquilo, só não vamos falar de "gajas"...

Sejam bem-vindos e esperamos que nos acompanhem nesta longa jornada...

Mais um pequeno esforço...

e começo a perceber esta coisa...
Ora cá está mais um blog...
Mas!... Raios!... O que se seguirá ao primeiro post...
A ver vamos...